Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Deus’

Algumas vezes,  as pessoas se deparam com experiências espirituais que as deixam com a pulga atrás da orelha, será que é de Deus? É a primeira pergunta que surge.

 O nosso poderoso Deus, não nos deixou desamparado com relação a essas questões,  Ele nos deu as Escrituras, o Espírito Santo e um poder natural de observação, e espera que façamos uso constante deles  “Julgai todas as coisas, retende o que é bom“, disse Paulo (1 Ts 5:21).

 “Amados,não deis crédito a qualquer espírito: antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora” I João 4:1. “Acautelai-vos dos falsos profetas”, advertiu o Senhor, “que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mt 7:15). A seguir acrescentou as palavras pelas quais eles podem ser testados: “Pelos seus frutos os conhecereis“. Fica claro então que não só surgirão falsos espíritos, pondo em risco nossa vida cristã, como também eles podem ser identificados e conhecidos pelo que são. Como é natural, uma vez que saibamos a sua identidade e conheçamos as suas artimanhas, o poder de nos prejudicar fica anulado. Em resumo, o teste , são Sete perguntas, Essa nova doutrina, esse novo hábito religioso, essa nova visão da verdade ou experiência espiritual , ou a voz de Deus:

1- De que forma afetou a minha comunhão com Deus?

2- De que forma afetou a minha comunhão com o Senhor Jesus Cristo e com o Espírito Santo?

3- Como ela afeta minha atitude para com as Sagradas Escrituras?

4- De que forma afetou a minha relação comigo mesmo?

5- De que dorma afetou a minha comunhão com os meus irmãos?

6- De que forma afetou a minha relação com o mundo ?            

7- De que forma afetou minhas  relação com o pecado?

Com este teste, composto de sete elementos, podemos testar tudo quanto pertence à religião e saber, sem sombra de dúvidas, se vem ou não de Deus. Pelo fruto se conhece a árvore. Temos então apenas de perguntar a respeito de qualquer doutrina ou experiência:

O que isto está fazendo para mim? e saberemos imediatamente se vem do alto ou das profundezas da terra.  ( extraído de A W Tozer em “O melhor de A W Tozer”)

Por se tratar de assunto muito relevante nos dias atuais, criei uma página exclusiva sobre o detalhamento de cada uma destas questões,  para ler clique aqui.

Anúncios

Read Full Post »

É muito importante que aprendamos a buscar o Senhor para ele mesmo, e não
para as coisas que Ele pode nos dar. Ele anseia que nós permaneçamos nele, para deleitar-nos com seu amor.
Ele quer que nós desfrutemos comunhão com Ele, como nosso querido amigo. Seu coração anseia ser ministrado pelo nosso amor.
Nós lhe machucamos, quando ficamos muito ocupados com nossas tarefas diárias ao invés de gastar tempo apreciando o seu amor ou quando negligentemente deixamos o pecado entrar em nossas vidas, destruindo nossa estreita comunhão. Temos de buscá-Lo como nosso maior tesouro, vendo o nosso tempo de partilha com Ele, como a maior prioridade em nossas vidas.
Como resultado de nosso relacionamento com Ele, vamos começar a ver o seu poder fluir dentro de nós, tocar os corações, renovando a força e a vida, e operando milagres. Desse relacionamento virá  a fé – a fé simples, que é simplesmente estar perto de Jesus o suficiente para saber o que Ele quer fazer em uma situação e depois fazer o que quer que Ele instrui. Mas a única  maneira de sermos sempre capazes de saber exatamente o que Jesus está pensando e dizendo, é ficando muito tempo com ele – vivendo em sua presença cada momento de nossas vidas. Não existem atalhos para isso! Mas, em Sua presença, encontramos a plenitude da alegria!

” Os que forem espiritualmente capacitados a amar a Deus por Ele mesmo,(pelo que ele é) irão descobrir milhares de fontes brotando do trono cercado de arco-íris, e ofertando tesouros incontáveis que devem ser recebidos com gratidão reverente como sendo o transbordar do amor de Deus por seus filhos. Cada dom é um presente da graça que, por não ter sido buscado egoisticamente, pode ser gozado sem prejuízo para a alma. Neles se incluem as bênçãos simples da vida, tais como a saúde, o lar, a família, amigos cônjuges, alimento, abrigo, as alegrias puras da natureza ou os prazeres mais artificiais da música e da arte. O esforço de encontrar esses tesouros, buscando-os diretamente, em separado de Deus, tem sido a principal atividade humana no correr dos séculos; e este tem sido o fardo e o mal do homem. O esforço de obtê-los como o motivo oculto por trás da aceitação de Cristo pode ser algo novo sob o sol; mas novo ou velho é um mal que só pode terminar em condenação.”

Deus quer que nós o amemos por Ele mesmo sem quaisquer razões ocultas, confiando nEle. Nosso Senhor disse isto muito bem: “Busca pois, em primeiro lugar, o meu reino e a minha justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6:33).”  texto extraído de A W Tozer O melhor de A W tozer.

Read Full Post »